O livro amarelo do terminal

Este livro é uma reportagem sobre o Terminal Tietê, uma das maiores estações rodoviárias do mundo. O design combina elementos pesados e geométricos com a sujeira e o resultado imprevisível do xerox e da transparência do papel, criando um contraste que evoca a rodoviária: uma estrutura funcional convivendo com a multidão em trânsito.

Além do papel amarelo, inspirado nos tíquetes e nos folhetos baratos, os capítulos históricos foram impressos em papel auto-copiativo, que contém tinta carbono internamente e fica sujo com o manuseio.


2008
com Maria Carolina Sampaio
produção gráfica Letícia Mendes