Peça de teatro a partir da novela de Anton Tchekov montada pela Mundana Companhia em diversas cidades do Brasil.

A identidade cria uma simetria interna à palavra, e evidencia o contraste entre ângulos retos e formas circulares, além de explorar visualmente as fotos de cenas.


2016
com Mateus Valadares