Este livro combina duas narrativas ilustradas: o texto biográfico de Bruno Feitler e a análise gráfica de André Stolarski.

O projeto optou por colocá-las em paralelo, mas em orientações diferentes. Texto e imagens biográficos usam o livro na horizontal, e texto analítico e reproduções dos trabalhos de Bea, se acomodam na vertical. Dessa forma, o livro vai construindo paralelos visuais entre a obra, a vida e a diagramação do próprio livro.

Na capa, o retrato irreverente de Bea sentada no chão entra na horizontal. Com o livro fechado, apenas as pernas ficam visíveis, aludindo à fragmentação recorrente em seus trabalhos na revista Bazaar.


2016
com Gabriela Castro
produção gráfica Aline Valli

2° lugar no 26° Prêmio Museu da Casa Brasileira – trabalhos escritos